O que é tipografia e como usá-la

O que é tipografia e como usá-la

Algumas marcas são instantaneamente reconhecidas pelo logotipo. Você sabe como chegaram lá? Não foi pura sorte: toda sua identidade visual foi pensada e repensada exaustivamente até que chegassem a um consenso sobre o que melhor transmitia a mensagem da empresa para seu público. E dentre os aspectos de design necessários para isso, há a tipografia.

O que é tipografia? Resumidamente, o design do texto. Tudo que é escrito é tipográfico, o que significa que parte considerável da composição visual tem a ver com esse design. Claramente, é algo muito importante! Entenda, então, alguns conceitos que formam o que é tipografia.

O que é tipografia?

Vamos entender tudo sobre o assunto para tirar qualquer dúvida do caminho: de onde veio, como funciona e quais as características.

– Origem do termo

A palavra vem do grego typosgraphein, no qual typos significa forma, e graphein, escrita. Ou seja, é literalmente a “forma da escrita”. No design gráfico, essa é a utilização do termo, mas vale dizer que para algumas especialidades usa-se tipografia para se referir ao uso de uma prensa de tipos móvel.

– Famílias tipográficas

As tipografias podem ser divididas em “famílias”. Cada família apresenta um conjunto de características semelhantes, que servem a um propósito. Essa classificação pode ser muito extensa, mas há basicamente quatro categorias principais: a das fontes com serifa, sem serifa, as decorativas e as scripts.

As decorativas, como o nome indica, têm como objetivo chamar a atenção e devem ser usadas cautelosamente, já que são um elemento visual muito gritante na peça. As fontes scripts são as chamadas “manuscritas”, pelo fato de se completarem entre si, como se tivessem sido mesmo escritas à mão.

– Peso, tamanho e serifa

Serifas são alongamentos, aquelas “dobrinhas” nas letras, como é o caso da Times New Roman. São ideais para textos longos, enquanto as fontes sem serifa são melhores para mensagens mais curtas. O tamanho da fonte também deve ser considerado!

Onde a tipografia está presente?

A resposta rápida para isso é: em todo lugar! Este é um ponto essencial em entender o que é tipografia. Houve um pensamento por trás de todas as fontes que chegam até nós, de uma forma ou de outra. Nos jornais, nas revistas, na televisão, nos livros, nos anúncios, nas embalagens… tudo que você lê está atendendo a uma ou outra demanda daquela marca, daquele público e daquela mensagem.

Por conta dessa importância, a tipografia é parte fundamental na construção de identidades visuais para marcas. A empresa usará essa tipo em tudo, afinal, desde site e redes sociais até embalagens, flyers, banners, panfletos e afins. É de um impacto muito grande para deixar que a escolha seja feita ao acaso.

Vamos a exemplos práticos sobre o que é tipografia: a Google, antigamente, utilizava uma fonte serifada, mas a alterou para uma tipografia sem serifa em 2015. O resultado foi leve, agradável e que condiz com a ideia da empresa, que é a de proporcionar uma experiência desse tipo ao usuário.

Já a StockCar é um exemplo do que deu errado. Eles alteraram o logotipo para uma fonte mais cheia e arredondada, o que deu uma impressão infantil, discrepante do conceito da marca, que é de uma corrida automobilística.

Agora que você já sabe o que é a tipografia e como ela é importante para o seu negócio, que tal descobrir se a tipografia da sua empresa passa a imagem certa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *