Como vender mais no mercado do café?

Como vender mais no mercado do café?

Bebida milenar apreciada por muitos e que movimenta anualmente um mercado, o café é um hábito na vida dos Brasileiros. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), em 2018 foram mais de 21 milhões de sacas consumidas no país, além de ser o maior exportador mundial.

Mesmo o café tradicional ainda sendo o mais consumido por mais de 80% da população, segundo os indicadores da ABIC, o crescimento dos produtos de tipo superior e gourmet seguem em expansão.

A diferenciação entre marcas que competem por consumidores, é um fator predominante para conquistar espaço no mercado. Seja no lançamento de uma nova linha ou reformulação de uma marca, é importante estar atento não apenas ao paladar, mas também outros diferenciais para o consumidor.

Confira algumas dicas que podem te ajudar a vender mais e se tornar mais competitivo no mercado do café.

Conheça exatamente seu público alvo

Pensando em produto, o empreendedor de café sabe que as exigências são diferentes para cada tipos de mercado consumidor, tanto nacional quanto internacional.

Quando falamos em marca, a avaliação desse público é um diferencial que vai permear todas as ações de comunicação e marketing de um produto. Entender quais são os hábitos de consumo e as dinâmicas de comercialização também são decisivas para atingir o cliente final.

Fatores como a região e os pontos de venda onde serão disponibilizados os produtos, concepção da identidade visual das embalagens e ações de divulgação online e offline são norteadas sobre o entendimento desses hábitos.

Pesquise e busque certificações

As certificações são essenciais para que atestar a qualidade do produto. Os selos de qualidade do café seguem critérios variados e servem para certificar ao consumidor nacional e internacional a procedência e confiabilidade.

Os selos impressos nas embalagens podem demonstrar, por exemplo, se existem misturas e qualificar os diferentes tipos da bebida, como o Selo de Pureza e o Certificado de Qualidade emitidos pela ABIC.

Existem ainda, no Brasil, os Selos Certifica Minas, que atestam a procedência de cafés produzidos no estado de Minas Gerais. O Fair Trade Brasil é um selo que certifica a produção sustentável de café.

Além desses, podemos citar as certificações para os cafés especiais, premium e gourmet e para cafés em cápsulas, que atendem exigências específicas para esse segmento de mercado.

Tenha uma loja online

Assim como em outros nichos de mercado, o alcance do público através de uma loja online é uma realidade também para quem deseja vender café pela internet.

Buscando se aproximar desse público, as vendas de café também chegaram ao universo digital. As vantagens com relação à logística, principalmente para produtores em menos escala, possibilita na otimização de recursos financeiros.

Existem diversas possibilidades de plataformas de e-commerce e marketplaces que já estão sendo exploradas por marcas de todos os portes.

Invista em ações de divulgação

O que não é visto, não é lembrado. E muito menos comprado! Devido à grande variedade de marcas para um mesmo tipo de café, é fundamental identificar e expor os diferenciais do produto aos consumidores.

Grande parte dessa responsabilidade está em ações de divulgação que envolvam a comunicação e o marketing, tanto nos pontos de venda quanto na mídia online. Nesse sentido, a internet representa não apenas uma plataforma para vendas diretas como também para disseminação da sua marca entre os consumidores.

Ter um site e um bom planejamento de social media são estratégias que vão possibilitar maior visibilidade e alcance. Tudo isso, alinhado ao plano de branding da sua marca.

Já é um produtor de café e quer lançar uma nova linha? Conheça como inovar sua marca neste artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *