4 dicas de design para criar embalagens personalizadas

4 dicas de design para criar embalagens personalizadas

Todo mundo gosta de receber um produto em uma embalagem diferenciada e única. Isso transmite uma sensação de preocupação da marca com o cliente e garante um maior valor agregado.

Por isso, investir em embalagens deve ser encarado como parte da estratégia de marketing e jamais, como apenas custo de produção. Afinal, as embalagens também melhoram a imagem da empresa e aumentam a satisfação que os clientes têm com a marca.

Ou seja, não há como negar a importância do design gráfico para os resultados de um negócio. A seguir, conheça algumas boas dicas de design para criar embalagens personalizadas:

Briefing: pesquisa e inspirações

A primeira das dicas de design para criar embalagens personalizadas, dirão todos os profissionais do design, é a construção de um bom briefing.

O briefing nada mais é do que um documento contendo todas as informações relevantes para o desenvolvimento das peças. Ele inclui os objetivos que a empresa quer conquistar, quais valores e informações sobre o cliente, sazonalidade e o que for relevante, inclusive a verba.

No caso das embalagens, quais são os produtos que vão abrigar, incluindo peso, formato e necessidades de cuidado durante o transporte.

Além disso, inclua também referências que mais gosta, cores que devem ser utilizadas e quais devem ser evitadas e materiais que podem ser utilizados.

Objetividade e harmonia

Uma embalagem não é somente um invólucro para seu produto. Ela é, muitas vezes, um dos primeiros contatos do cliente com o que sua empresa têm a oferecer.

Por isso, entre as dicas de design para criar embalagens personalizadas, jamais podemos nos esquecer que elas comunicam e muito sobre seu negócio.

Mas não é por isso que você deve encher de informações. Quando se trata de embalagens, a objetividade é fundamental, já que o seu cliente quer abrir logo para ver o que tem dentro. Então comunique pouco, de forma direta e objetiva. A embalagem precisa impactar o consumidor de forma rápida, aproveitando os poucos segundos em que ele está ‘pesquisando’ nas prateleiras do ponto de venda.

E não deixe a harmonia de lado. Utilize as mesmas cores da marca, linguagens e deixe logo e contato sempre em locais de destaque.

Funcionalidade: utilidade e desejo

Já que vai investir, aqui vai uma observação valiosa dentro das dicas de design para criar embalagens personalizadas.

Faça da embalagem do seu produto, mais do que uma simples forma de transportar e armazenar. Crie uma utilidade nova ou desperte um desejo e ainda trabalhe em prol da sustentabilidade ambiental.

A utilidade pode ser a reutilização da embalagem de outra forma pelo consumidor, como uma ecobag, por exemplo, uma bolsa de praia ou até um porta-objetos interessante.

Faça com que a exposição das embalagens no ponto de venda desperte o desejo da compra por impulso e conquiste mais clientes, derrubando a concorrência logo de cara.

Visão, olfato e tato: explore os sentidos

Por último, outras lições e dicas de design para criar embalagens personalizadas que não podem ser esquecidas. Pegue seus consumidores sem que percebam, explorando sentidos.

Escolha cores que marcam e apaixonam, sem deixar sua identidade de lado, é claro. Aproveite as sazonalidades da psicologia das cores: opções quentes no inverno e refrescantes no verão, por exemplo.

Faça aplicações de relevo, utilize materiais nobres como o couro, tecidos e aplicações e entregue uma embalagem ousada pronta para causar atração.

Se quiser deixar sua marca ainda mais inesquecível, por que não apostar em um aroma único, desenvolvido para sua empresa? Perfumes e aromas pode ser o toque que faltava para ser lembrado para sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *